SAG Awards 2017 desperdiça a chance de inflamar o debate racial

SAG Awards é considerado o principal termômetro do Oscar nas categorias de atores principais e coadjuvantes.

por

30 de janeiro de 2017

Realizada na noite deste domingo, dia 29, em Los Angeles, a 23a edição do SAG Awards foi marcada pela falta de criatividade e coragem. Concedida pelo Sindicato dos Atores (Screen Actors Guild) e considerada um dos termômetros do Oscar, a premiação desperdiçou a chance de inflamar o debate racial ao entregar o Actor de melhor elenco a “Estrelas Além do Tempo”, filme apenas simpático que não tem a grandiosidade técnica nem a excelência narrativa de “La La Land – Cantando Estações” – que não concorreu nesta categoria, mas é o principal adversário na disputa pela estatueta dourada. Em termos de representatividade negra dentro do Oscar, o grande filme é “Moonlight: Sob a Luz do Luar”, uma aula narrativa sobre questões políticas, sociais e, sobretudo, da homoafetividade.

Confira outros vídeos no canal oficial do Almanaque no YouTube:

https://www.youtube.com/user/almanaquista