TEATRO INFANTIL | Melhores do ano de 2015

Em um ano fraco na cidade do Rio de Janeiro, o destaque vai para a boa qualidade dos espetáculos brasileiros

por

23 de dezembro de 2015

Em um ano atípico, de fracas produções na cidade do Rio de janeiro, os destaques do ano são três espetáculos do Rio de Janeiro, e quatro espetáculos de três estados brasileiros (Porto Alegre/Rio Grande do Sul, Curitiba/Paraná e Feira de Santana/Bahia.

“MAS POR QUÊ, A HISTÓRIA DE ELVIS”- Rio de janeiro

(15) Mas por quê – A história de Elvis_crédito Renato Mangolin

“Mas por quê- A História de Elvis” foi o melhor espetáculo do ano de 2015. Excelência da montagem em todas as áreas de atuação, desde a idealização de Pablo Sanábio e Felipe Lima, passando pelo texto, direção, atuação, trilha sonora, cenografia. Um espetáculo coeso, harmônico e altamente sensível.

 

“FORRÓ MIUDINHO” Rio de janeiro

O último espetáculo da trilogia "Forró Miudinho" revela o amadurecimento do projeto da Lúdico Produções

O último espetáculo da trilogia “Forró Miudinho” revelou o amadurecimento do projeto da Lúdico Produções, e o colocou como o segundo melhor espetáculo do ano de 2015, na cidade do Rio de Janeiro. Consistência, leveza, força, brejeirice e competência desta delicada trilogia musical.

 

“A FEIRA DE MARAVILHAS DO FANTÁSTICO BARÃO DE MÜNCHAUSEN” Rio de janeiro

Feira

“A Feira de Maravilhas do Fantástico Barão de Münchausen” é o terceiro melhor espetáculo do ano de 2015. Em uma concepção rica espacialmente, e em conteúdo, a Cia PeQuod realiza um ótimo espetáculo de animação itinerante.

 

“SOBREVOAR” – Paraná

Sobrevoar - Fotos Lauro Borges - Cia do Abracao16

Selecionado pelo Caixa Cultural do Rio de Janeiro, o espetáculo “Sobrevoar- Santos Dumont para Crianças” da Cia do Abração – melhor Cia de teatro de Curitiba – encantou as plateias do Rio com o vôo poético do menino Albertinho dumundo, que dá asas à sua imaginação e foi o quarto melhor espetáculo do ano de 2015. Foto Lauro Borges.

 

“CUCO” – Rio Grande do Sul

O espetáculo é recheado de beleza plástica e de formas geométricas

O espetáculo “Cuco” da premiada Caixa do Elefante – Teatro de Animação – uma das mais prestigiadas Cias de animação do Brasil – é recheado de beleza plástica e de formas geométricas para falar da primeira infância. Foi um dos maiores destaques do 8o FENATIFS (Festival Nacional de Teatro de Feira de Santana), em outubro de 2015.

 

“O MÁGICO DE OSS” – Paraná

Oss 2

A Cia do Abração apresentou-se também com destaque no 8o FENATIFIS, em Feira de Santana/BA, o seu mais novo espetáculo “O Mágico de Oss”. Dando continuidade a sua pesquisa estética e de conteúdo, a Cia mostrou mais uma vez que é possível se montar clássicos com inventividade e criatividade.

“A FLAUTA DE PÔ – Bahia

Com cenografia limpa, "A Flauta de Pã" investe em uma estética mais poética e lírica

“A Flauta de Pã” foi também um dos destaques do ano no 8o FENATIFS. Com cenografia e interpretação mais apuradas, a Cia Cuca de Teatro investiu, com bom acerto, em uma estética mais poética e lírica.

Menções aos espetáculos

* “Bossa Novinha-A Festa do Pijama” e “Sambinha”(Rio de Janeiro)- apresentados dentro do novo projeto de teatro infantil do SESC Ginástico.

 

Menções especiais 

* Ao SESC Ginástico pela abertura de um novo horário, e segmento, aos sábados e domingos às 11h, com um novo projeto de apresentações de teatro infantil.

* Ao “8o FENATIFS – Festival Nacional de Teatro para Crianças de Feira de Santana”, que apresentou mais de 50 sessões de espetáculos, com 35 grupos e cias convidadas de todo o Brasil. E se firmando a cada ano com mais qualidade e excelência na região nordeste.

* Ao formato democrático do “4o Prêmio Botequim Cultural”, na escolha de seus indicados, e na produção de todas as estatuetas e entrega das mesmas, feita com esforço próprio e sem nenhum patrocínio para este fim.

* Ao novo formato do “5o Prêmio Botequim Cultural” que contará no ano de 2016 com um júri especializado na escolha dos indicados, e permanecerá com a escolha popular do candidatos ao prêmio. Um novo formato muito interessante e mais do que bem-vindo.

* Ao trabalho de repertório apresentado pela Marcatto Produções: O Barbeiro de Ervilha” e A Borralheira, uma Opereta Brasileira” nas Lonas Culturais, Cidade das Artes e nos teatros Maria Clara Machado e Carlos Gomes.

* Aos 20 anos de criação da Cia Artesanal, com apresentação de seu repertório infantil no Espaço SESC: “A Lenda do Príncipe que tinha Rosto” e “O Gigante Egoísta”.

* À continuidade do “FIL – Festival Intercâmbio de Linguagens”, em sua 13a edição.

* Aos 20 ANOS da Cia Boto-Vermelho com a apresentação de “João por um Fio” no SESC Tijuca.

 

Ausências sentidas 

* “Pequeno Grande Encontro de Teatro para Crianças de Todas as Idades”–  idealizado pela Cia do Abração de Curitiba/PR, neste ano de 2015 não tivemos a 8o edição do PGE, que irá ocorrer agora em março de 2016.

* De uma programação continuada no CCBB/RJ de espetáculos para a infância e Juventude.


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52