‘Tudo e Todas as Coisas’

Baseado na obra homônima de Nicola Yoon, longa estreia nesta quinta-feira, dia 15.

por

14 de junho de 2017

Mistura de “O Menino da Bolha de Plástico” (The Boy in the Plastic Bubble – 1976) com “A Culpa é das Estrelas” (The Fault in Our Stars – 2014), utilizando abertamente como fonte inspiradora a estrutura narrativa do segundo, “Tudo e Todas as Coisas” (Everything, Everything – 2017) entra em cartaz nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, dia 15.

Nick Robinson e Amandla Stenberg vivem o casal protagonista (Foto: Divulgação).

Nick Robinson e Amandla Stenberg vivem o casal protagonista (Foto: Divulgação).

Com direção de Stella Meghie, o longa conta a história de uma adolescente diagnosticada com Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave (ICG) que se encanta pelo novo vizinho, um rapaz que trocou Nova York pela ensolarada Califórnia por causa do trabalho do pai. O encantamento recíproco sensibiliza a enfermeira Carla (Ana de la Reguera), que passa a ajudar aos dois, contrariando as regras instituídas por Pauline (Anika Noni Rose), mãe e médica da garota.

“Tudo e Todas as Coisas” é uma produção que vai além do romance para tentar abraçar o drama, não apenas de Maddy (Amandla Stenberg), como também de Olly (Nick Robinson), vítima de pai alcoólatra e violento. O problema é que enquanto o romance se desenvolve de maneira “bonitinha”, o drama é negligenciado pelo roteiro de J. Mills Goodloe, que não sai da superfície em nenhum momento, apresentando as questões a que se propõe a discutir através de soluções fáceis para manter a leveza da trama.

O romance entre os dois é acobertado pela enfermeira (Foto: Divulgação).

O romance entre os dois é acobertado pela enfermeira (Foto: Divulgação).

Por um lado, esta opção facilita o trabalho do elenco, pois não o desafia. Por outro, prejudica os atores porque os impede de explorar o emocional de seus personagens de forma minimamente satisfatória, sobretudo a protagonista Stenberg. Com isso, a responsabilidade de carregar o longa fica com o carismático Robinson, popularmente conhecido como o Zach de “Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros” (Jurassic World – 2015).

Baseado na obra homônima de Nicola Yoon, “Tudo e Todas as Coisas” é um longa sobre o amor, suas imposições e consequências – principalmente, o amor desmedido de uma mãe por sua filha. Bastante previsível e repleto de clichês, é o típico telefilme que cairia “como uma luva” na programação da “Sessão da Tarde”.

Avaliação Ana Carolina Garcia

Nota 3