VII Olhar de Cinema: Debate sobre “Sol Alegria” de Tavinho e Mariah Teixeira

Filme fala sobre censura à arte e cultura que se abateu sobre o país

por

11 de junho de 2018

VII Olhar de Cinema – Curitiba Int’l Film Festival:

Debate sobre o filme “Sol Alegria” de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira, um dos dois filmes brasileiros da Competição Principal internacional, e que acabou aplaudido de forma emocionada e com coro de #ForaTemer e #LulaLivre. Mediação por Eduardo Valente.

O debate falou sobre como resistir com o cinema à era de censura que estamos, sobre anarquia criativa e coletiva, além de relatar uma analogia do filme com “O Rei da Vela” peça de Zé Celso Martinez que depois virou filme dirigido pelo próprio em parceria com Noilton Nunes. Isso porque, inclusive, há membros do elenco e equipe técnica de “Sol Alegria” que fazem parte da companhia do Teatro Oficina e participam da atual remontagem da peça “O Rei da Vela” em seu aniversário de 50 anos, e que sofreu perseguição do #MBL e até de Silvio Santos, censurando o trabalho que eles faziam como se fosse imoral e não fosse arte — logo num momento que o país mais necessita do senso crítico e de desconstrução da linguagem na reconfabulação de um imaginário social mais forte !

Screenshot_20180611-095210 Screenshot_20180611-095147 Screenshot_20180611-095132 Screenshot_20180611-095132 Screenshot_20180611-095112 Screenshot_20180611-095044