Yeon Sang-Ho retoma universo de Invasão Zumbi no novo Península

Confira matéria trazida pela Screen Daily e Indiewire e traduzida pelo Almanaque Virtual

por

24 de março de 2020

Screenshot_20200324-172005_Instagram

Diretor de “Invasão Zumbi” (“Train to Busan”, link para o filme disponibilizado legalmente na íntegra ao final) provoca que a sequência do sucesso anterior, já nomeada de ‘Península’, foi inspirada em ‘Mad Max’ e ‘Akira’. Confira essa novidade trazida pelo Screen Daily e pela Indiewire (Zack Sharf). Tradução por Filippo Pitanga.

O diretor Yeon Sang-ho retorna ao mundo de “Train to Busan” onde os governos foram dizimados por um vírus zumbi. Um dos filmes que a IndieWire estava mais aguardando para o Festival de Cannes de 2020, antes de seu adiamento, foi “Peninsula”, sequência de Yeon Sang-ho para seu blockbuster de zumbi de 2016 “Train to Busan”.

O cineasta sul-coreano disse ao Screen Daily nesta semana que sua sequência é uma visão mais orçamentada e mais ambiciosa do mundo dos zumbis que ele criou no filme original, que deslumbrou a bilheteria mundial com US $ 92 milhões. “A escala de ‘Peninsula’ não pode ser comparada a ‘Train To Busan’ ‘, que parecia um filme independente”, disse Yeon. “‘Train To Busan’ foi um filme de alto conceito em espaços estreitos, enquanto ‘Peninsula’ tem um escopo de movimento muito mais amplo”.

“Peninsula” é estrelado por Gang Dong-won como um ex-soldado que conseguiu escapar da Coréia do Sul, infestada de zumbis. O soldado é enviado em uma missão de volta à Coréia para recuperar algo valioso, mas sua viagem de volta é complicada depois que ele conhece sobreviventes não infectados que precisam ser salvos. Yeon disse ao Screen Daily que o filme “acontece quatro anos depois de ‘Train To Busan’ ‘, no mesmo universo, mas não continua a história e tem personagens diferentes. A autoridade do governo foi dizimada após o surto de zumbis na Coréia, e não resta mais nada além das características geográficas do local – e é por isso que o filme se chama “Península”. Yeon filmou “Peninsula” por 62 dias no final de junho de 2019. O diretor disse que estava hesitante em retornar ao universo “Train to Busan”, “mas a ideia de poder construir um mundo pós-apocalíptico – o que seria meio que selvagem, mas também como nos tempos antigos ou nos tempos modernos em ruínas, com regras próprias – foi interessante para mim. ”

Yeon disse que filmes como “Land of the Dead”, “The Road”, “Mad Max” e “Mad Max: Fury Road” serviram de inspiração para “Peninsula”, assim como séries de mangás apocalípticas como “Akira” e “Cabeça de dragão.” O mundo de “Train to Busan” estreou na seção da meia-noite do Festival de Cannes, e muitos cinéfilos esperavam que “Peninsula” fizesse o mesmo no festival de 2020. “Peninsula” já está programado para ser lançado no verão na Coreia do Sul, enquanto a Well Go USA adquiriu direitos de distribuição para a América do Norte. A Well Go USA abriu “Train to Busan” nos cinemas dos EUA no valor de US $ 2,1 milhões.

*Pra quem nunca viu a obra-prima Invasão Zumbi faça um favor a si mesmo:

Tem na Netflix (às vezes tiram, mas sempre volta) e na íntegra no youtube

E procurem a animação que serve de prequel “Seoul Station”

Screenshot_20200324-172005_Instagram