Luca Guadagnino fala de sequência de Me Chame Pelo Seu Nome

Elenco deu certeza quase em peso de regressar para esta sequência

por

03 de abril de 2020

Guadagnino tem o escritor em mente para a sequência de ‘Me chame pelo seu nome’, mas ele não está dizendo até agora… Confira essa matéria da Indiewire e Tradução por Filippo Pitanga com exclusividade para o Almanaque Virtual.

O diretor mantém seus principais atores Armie Hammer e Timothée Chalamet ainda a bordo para estrelar uma sequência do drama de romance gay de 2017. A continuação do filme “Me Chame Pelo Seu Nome” ainda está em andamento com o diretor Luca Guadagnino, mas vai demorar um pouco mais para se desenvolver, já que o cineasta está em quarentena em Milão, na Itália, por um tempinho no futuro próximo. O diretor disse recentemente à publicação italiana Gay.it (via The Playlist) que ele deveria vir aos Estados Unidos para uma importante reunião com um roteirista em potencial para a sequência antes que a Itália fosse fechada.

“Eu estava indo para a América conhecer um escritor que amo muito, cujo nome não quero mencionar, para falar sobre a segunda parte”, disse Guadagnino. “Infelizmente, tudo está cancelado. Claro, é um grande prazer trabalhar com Timothée Chalamet, Armie Hammer, Michael Stulhbarg, Esther Garrel e os outros atores. Todos estarão lá no novo filme. ” Há muito que Chalamet manifesta interesse em reprisar seu papel como Elio Perlman, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator em 2018. O ator disse no passado que a idéia para a sequência de “Me Chame Pelo Seu Nome” deve seguir o caminho de “Boyhood” e aguardar os atores envelhecerem nos papéis em que precisam estar no próximo filme. Embora o comentário mais recente de Guadagnino sugira que o elenco permaneça incluído na sequência, Hammer expressou dúvidas sobre o retorno para um acompanhamento no passado. “[A primeira] tempestade foi realmente perfeita por tantas e tantas coisas, e receio que se fizermos uma segunda, acho que estamos nos preparando para o desapontamento”, disse Hammer ao Vulture em março de 2019. “Eu não sei se qualquer coisa vai combinar com o primeiro, sabe? Quero dizer, olhe. Se terminarmos com um roteiro incrível, e Timmy entrar e Luca entrar, eu seria um idiota em dizer não. Mas, ao mesmo tempo, eu acho que foi uma coisa tão especial, por que não deixamos isso em paz? ”

Uma pessoa que definitivamente não está voltando para uma sequência é o roteirista James Ivory, que ganhou um Oscar de Melhor Roteiro Adaptado graças ao seu trabalho no primeiro filme. Ivory disse em novembro de 2019 que não apenas ele não estava envolvido nas negociações para uma sequência, mas que ele não gostaria de se envolver, ponto final. A ausência de Ivory é a razão pela qual Guadagnino está participando de reuniões nos EUA com novos escritores que podem roteirizar a sequência. A sequência de “Call Me By Your Name” é um dos vários projetos que Guadagnino está desenvolvendo. O diretor disse no mês passado que estava passando a quarentena terminando a pós-produção em sua nova série dramática da HBO, “We Are What We Are”, enquanto também trabalhava em um documentário sobre o sapateiro Salvatore Ferragamo e produzia o próximo filme de Ferdinando Cito Filomarino.

Screenshot_20200402-232502_Instagram